Frete Grátis para todo o Brasil

0

Seu carrinho está vazio

abril 19, 2023 3 min ler

Introdução:

Primeiramente precisamos entender o que são as dores crônicas e como elas se classificam. Segundo as notas revisadas de dor da Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP), a dor sempre é uma experiência pessoal que é influenciada, em graus variáveis, por fatores biológicos, psicológicos e sociais.

A dor pode ser classificada em três tipos diferentes, sendo eles:

  • Dor Neuropática: causada por uma lesão ou doença do sistema nervoso somatossensorial (Central ou periférico);
  • Dor Nociceptiva: surge após um dano real ou potencial ao tecido não neural e é decorrente da ativação de nociceptores;
  • Dor Nociplástica: surge da nocicepção alterada, apesar de não haver dano tecidual real ou potencial, causando ativação de nociceptores periféricos.

Para diferenciar as dores crônicas de uma dor aguda, precisamos levar em consideração o tempo, ou seja, uma dor que dura ou se repete por mais de três meses é considerada dor crônica.

 

            O objetivo deste artigo é falar sobre a importância do uso da camiseta postural Alignmedâ Brasil.Para ajudar nos tratamentos das dores crônicas.



Evidências sobre exercício físico e dores crônicas

 

Como profissionais da área da saúde precisamos ter consciência que a inatividade ou sedentarismo é um problema de saúde no Brasil e no mundo. O Centro de Controle de Doenças (CDC), recomenda, no mínimo, 150 minutos de atividade física moderada/intensa.

Já o Colégio Americano de Medicina do Esporte (CAME) recomenda 30 minutos de exercício aeróbio moderado 5x por semana ou 20 minutos de exercício aeróbio intenso 3x por semana, associando 2 dias por semana de treinamento de fortalecimento por, no mínimo, 20 minutos. Isso para pessoas sem dores crônicas.

Pacientes com dores crônicas podem beneficiar-se inicialmente com práticas de exercícios físicos apenas 2x na semana, com duração variando de 40 a 60 minutos em um período de 6 semanas.

A inatividade física é um fator de risco reconhecido para muitas condições de saúde como doenças cardiovasculares, diabetes, câncer e dores crônicas.

Para estes casos, o exercício prescrito é um tratamento eficaz para a maioria dos tipos de dor, isso porque o exercício físico atua no sistema nervoso central, pois pode alterar os estados das vias inibitórias centrais da dor resultando em um mecanismo protetor. 

Esse estado de proteção natural não está presente em indivíduos sedentários, procedendo em maior risco de desenvolvimento de dores crônicas.

Os benefícios na redução da dor estão diretamente ligados aos efeitos neurofisiológicos, imunológicos e a fatores psicológicos e cognitivos, como estresse, ansiedade e medo ao movimento. 

Como a Camiseta Postural da Alignmedâ Brasil pode auxiliar no tratamento da dor crônica?

As camisetas posturais da Alignmedâ Brasil podem trazer inúmero benefícios para o paciente como por exemplo a correção postural auxiliando nos músculos que estão por volta das regiões que apresentam as dores cônicas.

 

Conclusão:

O atendimento em dores crônicas é individualizado e muitas vezes precisa de um tratamento multidisciplinar, sendo necessário saber a hora de encaminhar nosso paciente para outros profissionais que atuem com o caso. Esse fato pode definir o sucesso do tratamento.

Também precisamos estar abertos para ouvir nosso paciente e jamais subjugar sua dor, já que ela é subjetiva. Respeito e empatia devem seguir em conjunto com a terapia física, pois a adesão ao tratamento é muito importante, além de esclarecer esses pontos com o paciente é fundamental.


Referências Bibliográficas:

 

 Kosek, E., Cohen, M., Baron, R., Gebhart, G.F., Mico, J.A., Rice, A.S.C., Rief, W., Sluka, A.K., 2016. Do we need a third mechanistic descriptor for chronic pain states? Pain 157, 1382–1386.

Treede, R.D., Rief, W., Barke, A., Aziz, Q., Bennett, M.I., Benoliel, R., Cohen, M., Evers, S., Finnerup, N.B., First, M.B., Giamberardino, M.A., Kaasa, S., Korwisi, B., Kosek, E., Lavand’Homme, P., Nicholas, M., Perrot, S., Scholz, J., Schug, S., Smith, B.H., Svensson, P., Vlaeyen, J.W.S., Wang, S.J., 2019. Chronic pain as a symptom or a disease: The IASP Classification of Chronic Pain for the International Classification of Diseases (ICD-11). Pain. https://doi.org/10.1097/j.pain.0000000000001384

Sluka, K. A.; Frey-Law, L.; Bement, M. H.; Exercise-induced pain and analgesia? Underlying mechanisms and clinical translation.

Pain. 2018, 159(2018) – S91 – S97.

Centers for Disease Control and Prevention. How much physical activity do adults need? 2016. Available at: https://www.cdc.gov/cancer/dcpc/ prevention/policies_practices/physical_activity/guidelines.htm. Accessado em Janeiro, 2023.

Ávila, Leonardo, Aula 7 – Efeitos do exercício físico na condição de tratamento não-farmacológico no sistema nervoso central, em paciente com dor crônica. Resenha Dor. Acessado em 09 de Janeiro de 2023.

Cruz-Ferreira, A.; Fernandes, J.; Laranjo, L.; Bernardo, L.M.; Silva, A. A Systematic Review of the Effects of Pilates Method of Exercise in Healthy People. Arch. Phys. Med. Rehabil. 2011, 92, 2071–2081.

Byrnes, K.; Wu, P.-J.; Whillier, S. Is Pilates an effective rehabilitation tool? A systematic review. J. Bodyw. Mov. Ther. 2017, 22, 192–202

✔️ Produto adicionado com sucesso.