Frete Grátis para todo o Brasil

0

Seu carrinho está vazio

abril 27, 2023 6 min ler

Resumo

INTRODUÇÃO: A endometriose é definida pela presença de glândulas endometriais e estroma em locais ectópicos, principalmente peritônio pélvico, ovários e septo retovaginal. 

SINTOMAS: Alguns dos sintomas comuns em mulheres com endometriose são dismenorreia, dispareunia, dor pélvica crônica, sangramento uterino irregular e/ou infertilidade, dores lombares, IU, constipação, além de síndromes miofasciais.As camisetas posturais tem como objetivo auxiliar na melhora do alinhamento da coluna, com uso das Neurobands, que trazem estímulos táteis e proprioceptivos, facilitando a correção da postura. As camisetas podem ser muito beneficias durante as terapias, trazendo inúmeros benefícios e facilitações para os pacientes.

CONCLUSÃO: A fisioterapia se mostra muito eficiente na melhora dos sintomas álgicos causados pela doença, sendo de extrema importância aprocura de um profissional para que possa ser realizada uma avaliação e tratamento adequado

Endometriose

A endometriose é definida pela presença de glândulas endometriais e estroma em locais ectópicos, principalmente peritônio pélvico, ovários e septo retovaginal. A doença afeta de 6 a 10% das mulheres em idade reprodutiva. A endometriose é uma condição debilitante, colocando problemas significativos de qualidade de vida para cada paciente. O transtorno representa uma das principais causas de histerectomia e hospitalização em alguns países. Por ser um problema de saúde pública, é ressaltado a importância deentender sua fisiopatologia para a prevenção e o desenvolvimento de ensaios diagnósticos não cirúrgicos sensíveis e tratamentos eficazes. (CARDOSO; MACHADO; CALIXTO DA SILVA; BERARDO; FERRARI; ABRÃO; PERINI. 2020.).

A endometriose pode ser classificada em Tipo I e II, que são estágios leves, onde as lesões superficiais e pequenas. O estágio III, é considerado moderado, onde há formação de tecido endometrial nos ovários. O estágio IV, é o estágio mais grave da doença, é uma endometriose profunda, onde há um grande acometimento do peritônio, podendo alcançar intestino e bexiga, trazendo como consequência, problemas urinários, sangramentos e dor.  (O. BURNEY, GIUDICE, M.D., PH.D. 2012.). 

Sintomas

Alguns dos sintomas comuns em mulheres com endometriose são dismenorreia, dispareunia, dor pélvica crônica, sangramento uterino irregular e/ou infertilidade, doreslombares, IU, constipação, além de síndromes miofasciais. (CARDOSO; MACHADO; CALIXTO DA SILVA; BERARDO; FERRARI; ABRÃO; PERINI. 2020.).

Dismenorreia

A dismenorreia é um dos sintomas comumente apresentados pelas mulheres com endometriose. A dismenorreia secundaria é caracterizada por dores espasmódicas em forma de cólica, que pode ser incapacitante. Essas dores podem ser causadas pelo aumento de prostaglandinas, o que promove uma hipercontratilidade do miométrio, além de isquemia e dores fortes. (O. BURNEY, M.D., GIUDICE, M.D., PH.D. 2012.).

Dispareunia

A dispareunia é um importante sintoma encontrado na clínica da endometriose que causa impacto negativo na qualidade de vida das mulheres. A dispareunia geralmente estáassociada a condições multifatoriais. Muitas mulheres consideram a dispareunia um sintoma comum, não relatando dor durante as consultas ginecológicas, mas com o passar do tempo pode se agravar e favorecer o surgimento de sintomas crônicos. A dispareunia é uma das queixas mais comuns, potencialmente causados por sensibilidade dos músculos do assoalho pélvico, principalmente no músculo elevador do ânus (principal músculo do assoalho pélvico). (O. BURNEY, GIUDICE, M.D., PH.D. 2012.).

Dor Pélvica Crônica

A dor pélvica crônica é um dos sintomas também presente na endometriose. É uma queixa muito frequente e que acomete a condição de vida saudável de muitas mulheres. Ela é caracterizada por uma dor na região pélvica que pode ser contínua ou não por um período mínimo de 6 meses. A DPC, é uma das maiores causas de alterações posturais como hiperextensão lombar, hiperextensão de joelhos, anteroversão pélvica, disfunção sexual, além de disfunções 

musculoesqueléticas como síndrome do piriforme, espasmos de musculaturas pélvicas, encurtamento de músculos da cadeia posterior e tensão de músculos adutores e cervicais. Essas alterações posturais ocorrem devido a uma tentativa de melhora da dor, na qual a paciente procura posições que aliviam muita das vezes os sintomas que as acompanham no dia a dia, porém são posturas prejudiciais para essas mulheres, já que podem trazer pioras significativas sobre a DPC. (MIRANDA; SCHOR; CASTELLO GIRÃO. - 2009.).

Síndromes Miofasciais

Dentro destas queixas, as síndromes miofasciais fazem parte dos sintomas relatados pelas pacientes com Endometriose e ela pode ser abdominal ou no MAP. A síndrome miofascial abdominal é a mais frequente, e tem como representação uma dor intensa e profunda originada em pontos dolorosos e sensíveis, envolvendo músculos ou fáscias musculares, podendo causar dor em repouso ou quando estimulados por movimentos ou compressão local. (NOGUEIRA; NETO; ROSA E SILVA; CANDIDO DOS REIS - 2009.).

Disfunções Urinárias

As disfunções urinárias também aparecem dentro dos sintomas relatados pelas pacientes. A incontinência urinária na endometriose pode estar ligada ao acometimento da bexiga pelo tecido endometrial, podendo aumentar a frequência urinaria, ou até mesmo trazendo perdas urinária de esforço, devido à tensão do MAP. A retenção urinária também pode ocorrer por um possível crescimento de tecido endometrial em nervos de ramos que se conectam à bexiga, diminuindo a sensibilidade, podendo haver diminuição da frequência miccional, além de sensação de esvaziamento incompleto.   (O. BURNEY, GIUDICE, M.D., PH.D. 2012.).

 

Fisioterapia

A fisioterapia atua de forma muito presente no tratamento dos sintomas causados pela endometriose, podendo ser realizada tanto no tratamento conservador, quanto no pós-operatório, trazendo abordagens de extrema importância para melhora da qualidade de vida das mulheres e diminuição do limiar de dor.

Recursos Analgésicos 

Quando se trata de dor, uma das formas mais atuantes da fisioterapia é na analgesia, na endometriose, a dor é um sintoma crônico e incapacitante, sendo assim, uma das formasde tratamento da dor é o TENS (Transcuteneous Electrical Nerve Stimulation), podendo ser utilizado na região sacral, ou na região abdominal, a eletroterapia de alta frequência aplicada por 30 minutos se mostra muito eficaz no alívio da dor causada pela dismenorreia. (ALVES DE MIRA. 2015- UNICAMP).

O Laser de baixa frequência também é um recurso analgésico utilizado pelo fisioterapeuta, podendo ser utilizado pontualmente nas regiões na qual a paciente refere dor. (GUIMARÃES; CAMELA; ANDRADE; GUENDLER - 2021.).

Já a termoterapia, é um método analgésico bem conhecido e de baixo custo, que pode ser realizado em casa, com bolsa de água quente, mas pode também ser utilizado gelo como método de analgesia podendo ser aplicado pontualmente por cerca de 20 minutos.




Cinesioterapia

A cinesioterapia faz parte do tratamento com condutas de treinamento respiratório, pompages de tronco, cervical, lombar, alongamentos da região lombossacral, membrosinferiores, músculos: quadrado lombar, quadríceps, isquiotibiais, piriforme, glúteo máximo, adutores e abdutores de quadril. Dentro disto, são realizados também exercícios deponte, mobilização pélvica com bola terapêutica associados ao treino funcional da musculatura do assoalho pélvico; e relaxamento da região lombar. Sendo assim, capaz deamenizar o quadro álgico e em alguns momentos tornar a dor ausente, quanto a qualidade de vida, há melhora da capacidade funcional, dor, estado geral de saúde e aspectos emocionais. (MACHADO, ALINE FERNANDA PEREZ; ULIANA, PAULA; SALDANHA, MARIA ELISABETE SALINA; GIMENEZ, MÁRCIA MARIA; YAMAMOTO, SÉRGIO TOSHIO - 2010.).

 

Terapia Manual

Outro tratamento utilizado na fisioterapia, é a liberação miofascial, que é muito utilizada para melhora e diminuição dos pontos gatilhos, principalmente em regiões cervicais, ondea mulher apresenta uma maior tendência a acúmulo de tensão. Além disso, pode ser realizada massagens de liberação em músculos adutores, glúteos, piriforme e quadríceps,promovendo assim, um relaxamento global, auxiliando a diminuir o quadro álgico. (SILVA; MONTENEGRO; GURIAN; MITIDIERI; SILVA; NETO; ROSA E SILVA - 2017.).

Como Alignmed Brasil pode ajudar?

As camisetas posturais tem como objetivo auxiliar na melhora do alinhamento da coluna, com uso das Neurobands, que trazem estímulos táteis e proprioceptivos, facilitando a correção da postura. As camisetas podem ser muito beneficias durante as terapias, trazendo inúmeros benefícios e facilitações para os pacientes.

Considerações Finais

A fisioterapia neste contexto, apresenta inúmeros recursos para tratamento dos sintomas apresentados na endometriose, sendo de extrema importância à procura de cuidados relacionados a dor. As camisetas posturais da podem oferecer melhora na qualidade de vida das pacientes e respeitando sempre seus limites.

 

Referências bibliográficas:

Myofascial syndrome: a common and underdiagnosed cause of chronic pelvic pain in women – Antonio Alberto Nogueira Omero Benedicto Poli Neto Julio Cesar Rosa e SilvaFrancisco José Candido dos Reis - 2009- Revista brasileira de Ginecologia e Obstetrícia);

Postural evaluation in women with chronic pelvic pain - Renata Miranda Eduardo Schor Manoel João Batista Castello Girão— 2009- Revista brasileira de Ginecologia e obstetrícia.

Perineal Massage Improves the Dyspareunia Caused by Tenderness of the Pelvic Floor Muscles - Ana Paula Moreira da SilvaMary Lourdes MontenegroMaria Beatriz FerreiraGurianAndreia Moreira de Souza MitidieriLucia Alves da Silva LaraOmero Benedicto Poli NetoJulio Cesar Rosa e Silva- 2017- Revista brasileira de Ginecologia e obstetrícia.

Biofeedback para distúrbios do assoalho pélvico -Melissa Hite , MD 1 e Thomas Curran, MD MPH- Clin Colon Rectal Surg. 2021 janeiro; 34(1): 56-61. 4 de setembro de 2020.

Cinesioterapia na dor pélvica crônica / Kinesiotherapy in chronic pelvic pain- Machado, Aline Fernanda Perez; Uliana, Paula; Saldanha, Maria Elisabete Salina; Gimenez, MárciaMaria; Yamamoto, Sérgio Toshio. Maio-Jun.2010. – Fisioterapia Brasil

Efeitos do laser de baixa potência no tratamento da endometriose: um relato de caso. - Guimarães; Camela; Andrade; Guendler - 2021. Faculdade Pernambucana de Saúde.

Fisiopatologia da Endometriose- Richard O. Burney, M.D., M.Sc.a e Linda C. Giudice, M.D., Ph.D.). 2012.

Universidade estadual de campinas faculdade de ciências médicas-  Ticiana aparecida Alves de Mira. Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS) no tratamento complementar da dor em mulheres com endometriose profunda- 2015.

Os beneficios da cinesioterapia e eletroestimulaçâo para o fortalecimento do assoalho pélvico feminino: uma revisão sistematizada. Adna Rocha de Araújo Maia; Alaine Larhana Melo de Melo; Alex Martins Souza; Laissa Maradey de Souza; Patricia Merly Martinelli. 2018- DêCiência Em Foco.

Epidemiological profile of women with endometriosis: a retrospective descriptive study -Jéssica Vilarinho Cardoso; Daniel Escorsim Machado; Mayara Calixto da Silva; Plínio Tostes Berardo; Renato Ferrari; Maurício Simões AbrãoJamila; Alessandra Perini. 2020- Revista brasileira de Saúde Materno Infantil.

✔️ Produto adicionado com sucesso.