Frete Grátis para todo o Brasil

0

Seu carrinho está vazio

julho 05, 2023 6 min ler


 

Resumo:  A coluna travada, também conhecida como lombalgia aguda, é uma condição que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. É caracterizada por uma sensação intensa de rigidez e incapacidade de mover a coluna de forma adequada. 

Introdução:  Essa condição pode ser extremamente dolorosa e limitante, prejudicando significativamente a qualidade de vida do indivíduo afetado. Neste artigo, vamos explorar as possíveis causas da coluna travada e as opções de tratamento disponíveis. 

 

 

Objetivo:O objetivo deste artigo é falar sobre a importância dos cuidados e tratamentos para dores na coluna com associação ao uso das Camisetas Posturais da Alignmedâ Brasil.Conclusão: Com o tratamento adequado e a adoção de medidas preventivas, é possível aliviar a dor, melhorar a mobilidade e desfrutar de uma coluna saudável e funcional.

 Palavras- chaves: Lesões; Dor; Coluna; Mobilidade; Qualidade de vida; Alignmedâ Brasil

 Introdução:

O paciente chega, relatando todas as suas queixas, questionando sobre suas dúvidas, contando o que o aflige, tendo como maior desejo que o dano causado pela lesão seja resolvido. Para que consigamos dar um diagnóstico rápido, a importância da avaliação dinâmica nesses casos é enorme.  

Os profissionais da saúde devem se dedicar a esse fim, iniciando uma jornada juntamente com o paciente, ambos, em constante colaboração para que se obtenha o resultado final desejado por ambos. 

O objetivo deste artigo é falar sobre a importância do uso da camiseta postural Alignmedâ Brasil.Para ajudar na correção postural e auxiliar no tratamento de lesões.


3 causas da coluna travada

Existem várias causas possíveis para a coluna travada, e muitas vezes a condição é o resultado de uma combinação de fatores. Alguns dos mais comuns incluem:

 

1. Lesões e tensões musculares

Uma das principais causas de uma coluna travada são as lesões e a tensão muscular. Isso pode ocorrer devido a movimentos bruscos, levantamento de objetos pesados como chiller industrial, quedas ou acidentes. 

Quando os músculos da região lombar sofrem uma lesão ou ficam tensos, eles podem se contrair, levando a uma sensação de rigidez e dificuldade de movimento.

Além disso, a falta de fortalecimento dos músculos das costas e a má postura também podem contribuir para o desenvolvimento da coluna travada. 

Quando os músculos estão fracos ou desequilibrados, eles não fornecem o suporte adequado à coluna, aumentando o risco de lesões e ocorrência da condição.

2. Hérnia de disco

A hérnia de disco é outra causa comum da coluna travada. Afinal, a coluna vertebral é composta por uma série de vértebras separadas por discos intervertebrais que atuam como amortecedores e permitem a flexibilidade da coluna. 

Quando um disco se desloca de sua posição normal, ele pode pressionar os nervos da coluna, causando dor intensa e rigidez.

Uma hérnia de disco pode ocorrer devido ao envelhecimento natural, degeneração dos discos ou lesões na coluna vertebral. 

Os sintomas podem variar de leves a graves e, em alguns casos, a pessoa pode se sentir tão incapacitada que mal consegue se mover para usar uma lixa para massa corrida, por exemplo.

3. Espasmos musculares

Os espasmos musculares são contrações involuntárias dos músculos, que podem ocorrer na coluna vertebral e causar a sensação de coluna travada. 

Esses espasmos podem ser desencadeados por fatores como estresse, fadiga muscular, falta de alongamento adequado ou desidratação.

Esse problema pode ser extremamente doloroso e dificultar o movimento normal da coluna. Afinal, os espasmos podem durar alguns minutos ou até mesmo persistir por dias, dependendo da gravidade e do tratamento adequado.

Tratamento da coluna travada

O tratamento da coluna travada varia dependendo da causa subjacente e da gravidade dos sintomas. Aqui estão algumas opções de tratamento comuns:

 

Repouso e aplicação de calor ou frio

Quando a coluna está travada, é importante descansar e evitar movimentos bruscos que possam piorar a condição. O repouso é fundamental para permitir que os músculos e tecidos se recuperem. 

Além disso, a aplicação de calor ou frio na região afetada pode ajudar a aliviar a dor e reduzir a inflamação.

O calor relaxa os músculos e melhora o fluxo sanguíneo, enquanto o frio ajuda a reduzir o inchaço e a inflamação. 

É recomendado alternar entre a aplicação de calor e frio, utilizando compressas quentes ou bolsas de gelo por cerca de 15 a 20 minutos a cada vez.

 

Medicamentos para alívio da dor e inflamação

Em muitos casos, medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios são prescritos para ajudar no alívio da dor e redução da inflamação associada à coluna travada. 

Esses medicamentos podem ser obtidos com ou sem prescrição médica, e é importante seguir as instruções de dosagem e duração do tratamento conforme indicado pelo médico.

É fundamental lembrar que os medicamentos devem ser utilizados apenas como uma forma temporária de alívio dos sintomas, e não como uma solução definitiva para o problema. 

É importante buscar tratamentos complementares para tratar a causa subjacente da coluna travada e evitar recorrências.

 

Fisioterapia e exercícios específicos

A fisioterapia desempenha um papel crucial no tratamento da coluna travada, assim como um motovibrador é essencial para equipamentos vibratórios. 

Um fisioterapeuta pode realizar uma avaliação completa do paciente e criar um programa de reabilitação personalizado. 

Os exercícios específicos ajudam a fortalecer os músculos das costas, melhorar a flexibilidade e a postura, reduzindo a probabilidade de recorrências.

Vale ressaltar que técnicas de terapia manual, como massagens, alongamentos e manipulações, podem ser utilizadas para aliviar a rigidez e melhorar a mobilidade da coluna. 

O fisioterapeuta também pode fornecer orientações sobre postura correta, ergonomia e técnicas de levantamento adequadas para evitar lesões futuras.

 

Tratamentos complementares

Além das opções de tratamento convencionais, existem também algumas terapias complementares que podem ajudar no alívio da coluna travada. Isso pode incluir acupuntura, quiropraxia, osteopatia, yoga e Pilates. 

Essas abordagens alternativas podem oferecer benefícios adicionais funcionando como junta de expansão, como relaxamento, redução do estresse e melhora do equilíbrio muscular.

No entanto, é importante consultar um profissional de saúde qualificado antes de iniciar qualquer terapia complementar, para garantir que seja segura e adequada para o seu caso específico.


 

Prevenção da coluna travada

Embora a coluna travada possa ser uma condição dolorosa e debilitante, existem medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de ocorrência.

Alguns cuidados preventivos incluem:

  • Manter uma postura correta durante as atividades diárias, evitando a sobrecarga da coluna;
  • Fortalecer os músculos das costas e do core por meio de exercícios regulares;
  • Realizar alongamentos adequados antes de praticar atividades físicas ou levantamento de peso;
  • Evitar levantar objetos pesados de forma incorreta, flexionando os joelhos e mantendo a coluna reta;
  • Utilizar técnicas de levantamento apropriadas, como dividir a carga em partes menores ou utilizar equipamentos de auxílio;
  • Fazer pausas regulares durante atividades prolongadas que exijam ficar na mesma posição, como sentado ou em pé;
  • Manter um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta equilibrada, exercícios regulares e controle do peso corporal;
  • Evitar o sedentarismo e o tabagismo, que podem aumentar o risco de problemas na coluna.

 

Conclusão:

A coluna travada ou lombalgia aguda, pode ser causada por lesões musculares, hérnia de disco ou espasmos musculares. O tratamento adequado envolve repouso, aplicação de calor ou frio, medicamentos para alívio da dor e inflamação, fisioterapia e exercícios específicos. 

É importante ressaltar que cada caso é único, e é essencial consultar um profissional de saúde qualificado para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento individualizado. 

Com o tratamento adequado e a adoção de medidas preventivas, é possível aliviar a dor, melhorar a mobilidade e desfrutar de uma coluna saudável e funcional.

.

 

 

Referências Bibliográficas:

 AHMAD, C.S.; REDLER, L.H.; CICCOTTI, M.G.; MAFFULLI, N.; LONGO, U.G.; BRADLEY, J. Evaluation and management of hamstring injuries. Am J Sports Med, New York, v. 41, n.12, p. 2933-2947, 2013.

ALMEIDA, P. H. F.; BARANDALIZE, D.; RIBAS, D. I. R.; GALLON, D.; MACEDO, A. C. B.; GOMES, A. R. S. Alongamento muscular: suas implicações na performance e na prevenção de lesões. Fisioter Mov, Curitiba, v.22, n.3, p.335-343, 2009.

ANDERSSON, S.H.; BAHR, R.; CLARSEN, B.; MYKLEBUST, G. Prevention of excessive use of shoulder injuries among throwing athletes: a randomized controlled cluster trial of 660 elite handball players. Br J Sports Med, Oslo v.51 p 1073-1080, 2017.

ARAÚJO, D. S. M. S.; ARAÚJO, C. G. S. Aptidão física, saúde e qualidade de vida relacionada à saúde em adultos. Rev. Bras. Med. Esporte, Niterói, v. 6, n. 5, p. 194- 203, 2000.

ARENA,

incidência de lesões esportivas em atletas jovens de São Paulo. Ver Bras Med Esporte, v.13, n.4, p.217-221, 2007;

 

 

✔️ Produto adicionado com sucesso.